Um novo grande ano e os nossos mais de cem anos de glórias…

O mundo não acabou e entramos, enfim, em um novo ano. Um ano que, tenho certeza, será, por vários motivos, muito especial para todos nós gremistas. Em primeiro lugar porque em 2013 estaremos comemorando a passagem dos 30 anos de nossa conquista maior, o título de Campeões do Mundo, conquistado em Tóquio, em 1983. Depois, porque 2013 será também o primeiro ano de nosso novo e majestoso estádio – a Arena Porto Alegrense, que, por tudo o que já se viu, será um grande e fundamental aliado de nosso time no alcance de muitas vitórias. Mas, acima de tudo, 2013 é um ano predestinado porque marca (com o apoio do Grupo Grêmio Imortal e por vontade soberana da torcida tricolor) a volta de Fábio Koff à Presidência do Clube, justamente o presidente que nos levou aquele grande título de 1983. À frente de um Conselho de Administração que entre outros grandes nomes, é integrado por nosso companheiro Marcos Hermann, o Presidente Fábio Koff com certeza saberá levar o Grêmio a retomar o caminho dos grandes títulos.

Sabemos que a missão não é fácil. Mas a partir de iniciativas como a manutenção do técnico Vanderlei Luxemburgo; de uma base de jogadores já formada e da anunciada contratação de vários e bons reforços, haveremos de caminhar para o êxito. Isso porque conhecemos os planos que serão implementados na gestão Koff e confiamos nos seus resultados já a curto prazo. Foi, afinal, com essa convicção que o apoiamos nas eleições e é com essa convicção que lhe damos agora o devido crédito para iniciar seu trabalho, que sabemos ser do mais alto grau de gremismo e de grande eficiência.

Por tudo isso, quero saudar a todos os integrantes e simpatizantes de nosso Grupo Grêmio Imortal com os votos de que tenhamos um grande e venturoso ano novo. E aproveito para anunciar, em primeira mão, que protocolamos junto à Presidência do Conselho Deliberativo do Clube, em nome de nosso grupo Grêmio Imortal e com apoio unânime da Comissão de Marketing do próprio Conselho e endosso de mais de 70 conselheiros, uma moção no sentido de autorizar a direção do Clube a promover junto aos detentores dos direitos autorais, gestões que visem efetivar a troca da letra do verso do hino do Grêmio que diz “cinqüenta anos de glória tens mortal tricolor” para “mais de cem anos de glória tens imortal tricolor”. Não vemos sentido algum em continuarmos cantando na frente de nossos filhos um verso desatualizado e que absolutamente não mais condiz com a verdade: o Grêmio não tem apenas 50 anos, mas mais, muito mais, mais que o dobro! E é assim que suas glórias devem ser cantadas para orgulho de toda a grande torcida tricolor.

Fernando di Primio

Presidente

Comente